.

NOTÍCIAS

Google pretende cortar verba de marketing pela metade

Publicado

em

Entenda

Google vai construir nova sede de US$ 1 bilhão nos Estados Unidos

De acordo com informações de um executivo, o Google irá fazer mudanças relevantes devido a pandemia do novo coronavírus. Como muitos sabem, o mesmo tem se espalhando facilmente pelo mundo. Há boas e más noticias. Muitas pessoas morrendo, ma também muitas pessoas se recuperando. Portanto, as medidas de proteção e prevenção devem ser seguidas. Como lavar sempre bem as mãos, lavar alimentos e objetos ao trazê-los para casa, evitar aglomerações, etc. Todas as precauções passadas pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde.

Desse modo o Google anunciou a seus funcionários que iria diminuir os investimentos em marketing e em novas contratações. Entretanto não comentou que eles seriam tão relevantes. Portanto, em um e-mail enviado a seua equipe, a empresa afirma que irá diminuir algumas despesa pela metade. Assim, a entrada de novos funcionários também será pausada.

Onde Está Localizada A Sede Do Google? | Dicas & Curiosidades™

 

“Há cortes no orçamento e congelamentos em contratações acontecendo no marketing e no Google”,  disse um diretor da companhia em mensagem enviada na quarta-feira (22). “Juntamente com o restante do marketing, nos pediram para cortar nosso orçamento pela metade para o segundo semestre”.

Então, a informação provém da CNBC, a mesma confirmou o tamanho do corte com um porta-voz do Google. De acordo com a empresa setores irão ter uma queda desse tamanho em seus investimentos.

Acreditamos que agora é a hora de desacelerar significativamente o ritmo de contratação, mantendo o ritmo em um pequeno número de áreas estratégicas”, afirmou o CEO da Alphabet, Sundar Pichai, em memorando enviado aos funcionários na semana passada.

Gostou dessa matéria? Leia também:

 

Mastercard SecureCode terá suporte do Nubank, divulga banco

Conheça alguns jogos online no navegador para se distrair na quarentena

Zoom 5.0 é divulgado com melhoras de privacidade

Após o cancelamento do antecipamento do pagamento do auxílio emergencial, Bolsonaro diz que não autorizou que fosse antecipado

Destaque

Tecno Notícias