.

ECONOMIA

Veja 4 formas de usar o 13º do INSS durante a crise

Publicado

em

Veja-4-formas-de-usar-o-13º-do-INSS-durante-a-crise

Inicialmente, aposentados e pensionistas acabaram de ampliar seus orçamentos. Isso porque, hoje (24/04), o pagamento do 13º INSS. O recurso foi antecipado devido a crise do novo coronavírus e passará a ser ofertado entre o mês de abril e maio.

Contudo, o valor será dividido em duas parcelas, sendo a primeira equivalente a 50% do benefício e a segunda com reajustes relacionados as tarifas do imposto de renda. Por estar em um momento de instabilidade econômica, é importante ficar atento aos gastos.

Para quem recebe R$ 2.000 mensais, o pagamento dessa primeira rodada será de R$ 1000.

Entretanto, por se tratar de um pagamento extra, antes de utiliza-lo é importante que você tenha o total controle do seu rendimento mensal. Desta forma, ao receber o depósito desse mês, separe o pagamento já previsto da antecipação do 13º do INSS.

Por isso, ao organizar as finanças, verifique se o valor base é o suficiente para fechar as contas do mês. Algumas das despesas, tais como: contas de energia, alimentação, cartões e aluguel devem ser tratadas como prioridade.

Contudo, para quem está com dívidas e precisa se regularizar, antes de quitar as dívidas, informe-se dos prazos de pagamento. Por se tratar de um período de crise econômica, diversas marcas, bancos e demais serviços estão prorrogando as datas das prestações de conta, de modo que seus clientes consigam obter mais tempo. Só utilize o valor recebido se for de extrema necessidade, como em caso de multas e juros de atraso.

Mas, para aqueles que estiverem com os orçamentos devidamente organizados, é interessante reter esse valor como uma espécie de poupança para possíveis novas situações de crise.

13° do INSS para se manter na crise

Por fim, para vivenciar essa pandemia que assola o país, uma das dicas importantes é reservar o dinheiro do 13° do INSS para compra de suprimentos e itens básicos para vivenciar o período de isolamento social, tais como:

  • Remédios;
  • Alimentos;
  • Pagamento de plano de saúde;
  • Quitação de dívidas.

Destaque

Tecno Notícias