.

NOTÍCIAS

Google Meet: empresa libera ferramenta de chamadas de forma gratuita para todos

Publicado

em

0oi1vc2q9asnbcytle60a9edq

O Google disse que em breve todos os usuários poderão realizar videoconferências gratuitas no Meet. Numa tentativa de transformar sua ferramenta anteriormente apenas comercial em uma concorrente contra o Zoom. O Zoom, Skype e Facebook Messenger lançaram recentemente novos recursos para atrair mais usuários em meio à pandemia do COVID-19, pois todos estão trabalhando e socializando em casa.

No Meet sempre exigiu uma conta comercial ou educacional do Google para chamadas, mas a empresa a abrirá para todos os usuários do Gmail nas próximas semanas. Embora o Google tenha fornecido chamadas de vídeo gratuitas por meio do serviço Hangouts. O mesmo não é tão popular e tem medidas de segurança desatualizadas. O Google também possui o Duo, que é seu aplicativo de videochamada para smartphones.

A gigante da tecnologia disse à Reuters que os consumidores devem usar o Meet não o Hangouts, pois é um serviço mais seguro, confiável e moderno.

“Como a COVID impactou a vida de todos, sentimos que havia uma razão para trazer algo construído para as empresas para todos”, disse o Google à Reuters. As chamadas no Meet passam pelos servidores do Google, que permitem fornecer legendas automáticas e atender aos requisitos legais para compartilhar os dados dos usuários.

É importante observar que as chamadas dos usuários não serão armazenadas. O Meet também não usará dados do consumidor para fazer anúncios aos usuários, incluindo seus usuários gratuitos. Assim como o Zoom, as chamadas gratuitas no Meet serão limitadas a um único anfitrião e a 100 participantes. O Skype e o Messenger, por outro lado, limitam seus serviços a 50 participantes.

 

Destaque

Tecno Notícias