.

ECONOMIA

Não compartilhar o link no Whatsapp pode causar a negação do pedido do Auxílio Emergencial?; Saiba mais

Publicado

em

Não-compartilhar-o-link-no-Whatsapp-pode-causar-a-negação-do-pedido-do-Auxílio-Emergencial-Saiba-mais-.png

Ultimamente tem aparecido muitas fake news a respeito do auxílio emergencial, principalmente, nessa fase em que os brasileiros mais estão necessitados de dinheiro para sobreviver nessa crise. Portanto, de acordo com os textos que estão circulando na internet, mais de 95% das pessoas que não compartilharam um link no WhatsApp acabaram tendo o seu auxílio emergencial negado. Segundo o texto as pessoas precisam seguir os procedimentos: entrar em um site, e responder perguntas e depois compartilhar um link com amigos.

Veja a mensagem:

“Mais de 95% das pessoas não tiveram o AUXÍLIO EMERGENCIAL aprovado por que não completarem este procedimento.Complete agora e tenha seu benefício APROVADO AINDA HOJE! FAÇA AQUI: [site]”

As pessoas que não compartilharam o link no WhatsApp tiveram auxílio emergencial negado?

Assim, as mensagem que estão sendo divulgadas com muita força no WhatsApp para somente aproveitar o desespero dos indivíduos que não conseguiram o seu benefício aprovado. Portanto, é bom que você saiba que isso é mentira e você não vai precisar compartilhar nenhum tipo de link no WhatsApp para conseguir ser aprovado no auxílio.

Porque é obvio que é um golpe para conseguir roubar os dados dos internautas e assim, os golpistas conseguirem faturar com publicidade. Portanto, mesmo que você faça tudo, nada vai acontecer no final.

Evite cair no golpe

Portanto, evite cair nesse golpe, porque nunca que o governo federal iria pedir para você compartilhar algum link no WhatsApp para você somente ter o direito ao auxílio emergencial. Dessa maneira, é bom lembrar que as regras para conseguir ser aprovado no auxílio emergencial:

Quem pode receber o auxílio emergencial

Regras:

  • maior de 18 anos;
  • não ter emprego formal;
  • não ser titular de benefício previdenciário ou assistencial, beneficiário do seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, ressalvado o bolsa-família;
  • a renda mensal per capita seja de até meio salário mínimos ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos.

Destaque

Tecno Notícias